NOTÍCIAS
09/08/2012 - Profissão Futuro: qualificação em TI

O Programa

Apresentação

O Profissão Futuro é um programa de governo pioneiro voltado exclusivamente para capacitação de profissionais em Tecnologia da Informação. A intenção do GDF é qualificar, gratuitamente, mais de mil pessoas em áreas de Infraestrutura e Desenvolvimento, com cursos de 92h de duração.

Iniciativa da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI), com apoio da Fundação de Apoio à Pesquisa (FAP/DF), o Profissão Futuro nasce para potencializar a vocação econômica do DF, que é o setor de TI. Atualmente, a Capital Federal agrega mais de 700 empresas de TI, empregando cerca de 30 mil pessoas. Segundo dados do IBGE, o setor responde por, aproximadamente, U$ 3 bilhões em volume de negócios, o que representa 3,5 % do PIB do DF.

A ideia do Programa, ainda, é antecipar a enorme demanda por profissionais que surgirá, em breve, por conta do Parque Tecnológico Capital Digital (PTCD). Estima-se a instalação de 1,2 mil empresas e a geração de 25 mil empregos diretos.

Diante deste cenário, serão oferecidos os cursos: Administrador de Rede Linux; Administrador de Rede – Windows; Desenvolvimento em .Net – Programador C#; e Programador Java.

Objetivo

A finalidade do Profissão Futuro é proporcionar aos estudantes e profissionais de Tecnologia da Informação o desenvolvimento de capacidades e habilidades em áreas específicas de TI, promovendo curso gratuitos nas áreas de Desenvolvimento e Infraestrutura, mediante aulas práticas em laboratórios.

Ao mesmo tempo, o Programa tem como objetivo aproximar estudantes das oportunidades de trabalho na carreira de TI do DF.

Público-alvo

O público-alvo do Profissão Futuro são os estudantes de TI - dos níveis técnico e superior; profissionais da área que tenham a intenção de aperfeiçoar seus currículos; além de profissionais da área que não estão no mercado de trabalho.

Meta e fases

A meta do Profissão Futuro é qualificar 1.020 profissionais em duas etapas: no segundo semestre de 2012, com 480 vagas e no primeiro semestre de 2013 com 540 vagas.

As duas etapas têm processos seletivos distintos. Dessa forma, os participantes não classificados na primeira fase poderão participar novamente do processo de seleção para a segunda fase, devendo, para isso, se inscrever e passar por todas as etapas do processo novamente.

Casa candidato poderá participar de um único curso oferecido pelo programa em cada uma das suas fases.

Metodologia

Os cursos são presenciais – portanto, em sala de aula, com duração de 92 horas - e adotam metodologia participativa. Assim, ao decorrer das capacitações haverá oficinas de trabalho, aulas práticas, jogos situacionais, dinâmicas em grupo, aulas expositivas, com utilização de recursos audiovisuais, debates e outras metodologias que propiciem a compreensão, retenção e aplicação imediata dos conteúdos ministrados.

A frequência às aulas será registrada diariamente e comprovada mediante assinatura. Desta forma, no caso do aluno matriculado por substituição, não serão considerados como faltas os dias anteriores à sua apresentação na turma, o que deverá se dar, no máximo, até o dia equivalente à 10% da carga horária total do curso.

Material didático

Cada aluno terá direito ao Kit Educando, composto de:

              Caderno/bloco com 48 folhas;

              Caneta esferográfica azul ou preta;

              Borracha;

              Pasta com elástico; e

              Crachá.

Obs.: As apostilas dos cursos serão disponibilizadas no site do Programa Profissão Futuro, para que os alunos efetuem download.

Transporte

Para garantir o deslocamento diário ao local de realização do curso, os alunos matriculados receberão, antecipadamente, auxílios-transportes. A referência para o benefício será o endereço residencial do estudante, limitado a dois auxílios-transportes de linha do Sistema de Transporte Público Coletivo do DF, por dia.

Certificação

Ao término do curso, o aluno receberá um Certificado de Conclusão, expedido pelo Senai-DF e assinado pelo secretário de Estado de Ciência e Tecnologia e Inovação e pelo presidente da Fundação de Apoio à Pesquisa (FAP/DF).

Para que o aluno receba o certificado, ele deverá ter, pelo menos, 70% de aproveitamento do conteúdo programático na avaliação escrita, dada durante às aulas, assim como ter, no mínimo, 75% de frequência da carga horária total do curso. Além disso, é necessário que a banca examinadora aprove o projeto apresentado pelo aluno ao findar a capacitação.

Locais de realização das aulas

Por uma questão de logística, os cursos serão desenvolvidos nas três unidades do Senai-DF, localizadas no Gama, Taguatinga e Setor de Indústrias Gráficas (SIG), com opções para os turnos matutino, vespertino e noturno. .

O Senai-DF conta com infraestrutura moderna e totalmente adequada para a promoção de cursos de TI, com salas de aula climatizadas, laboratórios, bibliotecas, lanchonete, etc.

Endereços:

Senai Gama: Área Especial Entrequadras 2 e 8 Setor Sul - Gama/DF

Senai Taguatinga: Área Especial nº 2 - Setor "C" Norte - Taguatinga/DF

Senai SIG: Setor de Indústrias Gráficas (SIG) - Quadra 06 Lote 1.100

Campanha Salarial 2019/2020
➡ SERPRO
➡ DATAPREV
➡ PARTICULARES
➡ UNISYS

Notícias
Eventos
FAQ - Perguntas Frequentes
Jornal DF DADOS
Boletim informativo
Regulamentação da profissão
Contribuição Sindical
Atualize os dados da sua empresa
Cadastre-se e receba nosso boletim

 

 



SINDPD-DF – Setor de Diversões Sul (SDS) – Ed. Venâncio V, Loja 04 – Asa Sul, Brasília – DF CEP 70.393-904 - Tel: (61) 3225-8089