NOTÍCIAS
10/08/2012 - Fechado acordo das Particulares: categoria conquista ganho real

Nesta terça-feira,7/08, às 8h, iniciou na sede da Fenadados, em Brasília, a reunião entre o SINDPD-DF e o SINDESEI-DF para dar continuidade às negociações da campanha salarial 2012.

Em um momento histórico, o patronal compareceu a casa dos trabalhadores para esta mesa. Respaldados pela assembleia extraordinária dos trabalhadores, realizada no dia 2 de agosto, a comissão de negociação do SINDPD-DF fechou o acordo de reajuste de 6% para quem ganha acima do piso com pagamento do retroativo a 1º de maio parcelado em duas vezes, nos meses de setembro e outubro; 10% de reajuste no piso da categoria também retroativo a 1º de maio de 2012; tíquete alimentação de R$ 12,40 e R$ 14,00, respectivamente, para as jornadas de 6h e 8h, a partir de 1º de maio de 2013; manutenção do anuênio e do triênio; obrigação do pagamento dos salários até o 5º dia útil; reajuste nas tabelas dos convênios médico e do vale alimentação de 4,88%; e fim do repasse de 1% para a EFTI.
 
As negociações transcorreram em um clima tenso e o SINDESEI-DF estava decidido a arrastar a campanha para o Dissídio Coletivo, em um claro jogo de interesses questionado pelo SINDPD-DF, que manteve a postura firme e apresentou ao sindicato patronal a contraproposta dos trabalhadores, com reajuste de 6,5% e pagamento do retroativo a 1º de maio à vista. O presidente do SINDESEI-DF, Charles Dickson, rejeitou a proposta e afirmou que a comissão de negociação não tinha mais autonomia para avançar além do reajuste de 5,88%.
 
O SINDPD-DF propôs reajuste de 6% e pagamento do retroativo à vista. O sindicato patronal pediu a interrupção da mesa para consultar as empresas quanto a nova proposta. Após 30 minutos, a mesa foi retomada e o patronal concordou com o reajuste de 6% e propôs o parcelamento do retroativo em três vezes, o que foi rejeitado pelo SINDPD-DF, que apresentou proposta de parcelamento em duas vezes para quem tem direito ao retroativo acima do teto de R$ 1.000,00. A contraproposta não foi aprovada e, por fim, após muitas conjunturas o pagamento parcelado do retroativo foi aprovado em duas vezes e sem limitação a teto.
 
"Este ano trabalhamos com um fraco desempenho da economia e pouca mobilização dos trabalhadores da categoria, e mesmo assim conquistamos um ganho real mais robusto do que em 2011. No piso da categoria, conquistamos um ganho real de 5,12% e para salários acima do piso o ganho real foi de 1,12%", explicou o presidente do SINDPD-DF, Djalma Ferreira.

Confira a ata.

Campanha Salarial 2019/2020

➡ DATAPREV
➡ PARTICULARES
➡ SERPRO

Notícias
Eventos
FAQ - Perguntas Frequentes
Sala de imprensa
Jornal DF DADOS
Boletim informativo
Cartilha do Trabalhador
Regulamentação da profissão
Contribuição Sindical
Atualize os dados da sua empresa
Cadastre-se e receba nosso boletim
NÃO A MP 873

 

 



SINDPD-DF – Setor de Diversões Sul (SDS) – Ed. Venâncio V, Loja 04 – Asa Sul, Brasília – DF CEP 70.393-904 - Tel: (61) 3225-8089